Eva, Eva, Eva…

SONY DSC

Imagem ilustrativa

Por Karina Castilho

Uma mulher com atitudes bem conhecidas, não é mesmo? Acredito que todos sabem quem foi a Eva da Bíblia: feita da costela de Adão, auxiliadora de seu esposo, seduzida pela serpente, que mordeu a maça e começou o pecado! Ai Eva, Eva, Eva…Faz um tempo que venho meditando sobre ela e suas atitudes, sobre o quanto foi alvo fácil para o pecado e também para induzir Adão à desobediência.

Existem muitas pessoas como Eva, que não refletem sobre suas escolhas e consequências, que erram por não conhecerem as Escrituras e até mesmo as que conhecem são passíveis de tais erros, como ela foi. Porém, o que me intrigou foi perceber que assim como àquela Eva, muitos agem da mesma forma com o próximo: induzem ao pecado!  Às vezes acordamos em paz, mas antes de sair de casa ou chegar no trabalho, um abençoado fala algo sem pensar e instiga uma pequena discussão; isso já é o suficiente para roubar a nossa paz e nos fazer pecar. Podemos ser ainda mais detalhistas: alguns acordam dispostos a ferir, destruir um ministério, casamento, ser desonesto, magoar o próximo e ainda não satisfeitos convencem outros aos mesmos atos. Não podemos esquecer daqueles que conhecem a Palavra e até lutam contra o pecado, embora sem muito esforço, e antes mesmo do meio dia já foram o indutor de pecado na vida de alguém. Olha a “Eva” ai, de novo!

E quantas vezes também agimos como Adão? Pecamos por escolha ou induzidos por alguém, e dizemos a Deus: “Senhor, aquela pessoa me faz pecar, murmurar, cobiçar, trair, roubar, etc”. Nos fazemos de vítimas de uma situação que, até certo ponto fomos jogados nela, mas que escolhemos pecar tanto quanto ou mais que o indutor. Assim como Adão, não vai adiantar dizer ao Senhor que tudo foi culpa da Eva. A Palavra diz “se teu olho te escandalizar, arranca-o fora” (Mateus 18:9), ou seja, se algo está nos fazendo pecar ou se estamos induzindo outras pessoas ao pecado, devemos abster isso de nossas vidas, afastar o pecado de nós. E como se faz isso? Não há uma fórmula mágica, mas acredito que o primero passo seja uma escolha: a de aceitar e confessar Jesus como único Senhor e Salvador e se dedicar todos os dias para viver Seus princípios (leia a Bíblia!). E à partir desse momento de entrega, quando escolhemos ter uma vida íntegra, sabemos que o Espírito Santo é quem nos convence do pecado. É claro que continuaremos tendo dificuldades, mas ao menos saberemos fazer o que é certo! “Conhecereis a verdade e ela vos libertará.” (João 8:32)

Penso que é fácil culpar alguém, chamá-lo de “Eva”, porém o mais difícil e triste é quando perdemos a capacidade de nos examinar, quando oramos confessando nossos pecados ao Senhor, mas esquecemos que certamente naquele exato momento alguém pode estar orando e nos colocando como “Eva” perante Deus. Está escrito que “todos pecaram e estão destituídos da graça de Deus” (Romanos 3:23), “mas por meio de Jesus Cristo somos co-herdeiros com Ele no Senhor” (Romanos 8:17). Jesus é a aliança e o único caminho até Deus, e é nele e em seus ensinamentos que encontramos forças e sabedoria para lutar contra o pecado. Em Cristo temos uma nova chance de vida. Então porque “permitir” que alguém nos apresente a Deus como “Eva”? Tente começar o seu dia com um propósito: lute para não ser um indutor de pecados.

Graça e paz!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>