Entendendo suas tentações!

woman sad

“…não nos deixe cair em tentação…” (Mateus 6:13)

Muitos de nós sofremos desnecessariamente por causa das nossas ideias equivocadas acerca da tentação. A primeira delas é: a expectativa de que suas tentações cessem – ou pelo menos diminuam. Quando os israelitas entraram na Terra Prometida eles esperavam que isso acontecesse. Eles ficaram surpresos com o fato de que os cananeus ainda estavam na terra. Então se sentiram desanimados, pensando que haviam tomado o caminho errado. “Com certeza esta não poderia ser a terra da promessa”. A Palavra de Deus deixa claro que a vida cristã, do começo ao fim, é uma batalha. Paulo diz que fomos chamados para “… lutar contra principados e potestades, contra os dominadores deste sistema mundial em trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Efésios 6:12), e suas tentações se tornam mais desafiadoras à medida que você se aproxima mais de Deus. Observe que: quando Israel saiu do Egito, Deus não os conduziu por território filisteu, “embora este fosse o caminho mais curto, pois disse: “Se eles se defrontarem com a guerra, talvez se arrependam e voltem para o Egito” (Êxodo 13:17). Deus entendia a fé principiante deles e os protegeu dos seus inimigos. Porém mais tarde quando a fé deles havia crescido, Ele permitiu que enfrentassem diversas nações poderosas. Assim como a Terra Prometida, a vida prometida de vitória requer que você lide com a tentação e abra caminho para a vitória lutando, crendo que “… maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo” (1 João 4:4). Na verdade, o ataque do inimigo provou que Israel estava na Terra Prometida. Portanto, passar por tentações é prova de que você realmente está permanecendo em Cristo.

*Extraído do Devocional A Palavra para Hoje. Todos os direitos reservados à Editora UCB Brasil. A UCB é parceira do site karinajornalista.com

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>