Ensine seu filho a servir!

Por Ulisses Spagiari

Originalmente escrito para o site lagoinha.com

father and son

Imagem ilustrativa (freeimages)

Uma das grandes causas da passividade na criança é a exigência de merecer tratamento especial. Concorda comigo?

A criança que se comporta assim acha que nasceu para ser servida. Ela espera que os outros satisfaçam suas necessidades e vontades e raramente agradece pelo que recebe, pois a seu ver isso não é nada além do esperado, devido a sua importância.

Toda criança apresenta de certa forma esse problema. Desde a “queda”, o homem ressentiu-se da realidade de que não é Deus e tem feito de tudo para mudar esse fato. Mas quando você aceita essa atitude da criança, cria uma pessoa despreparada para o mundo real.

Ela pode ficar muito desiludida e ter problemas de desempenho ou encontrar alguém para casar que alimente o seu ego e a proteja da realidade.

A solução de Deus para a presunção é a humildade: “Por humildade, cada um considere os outros superiores a si mesmo” (Romanos 3.23). Seu filho precisa saber que, embora tenha necessidades legítimas, não tem direito a nada. De fato, não existe coisa pior do que receber o que realmente merecemos, porque todos pecamos.

Seu filho precisa de coisas, assim como qualquer criança. Mas ele é responsável por suprir essas coisas sozinho. Se o seu filho é passivo por causa da presunção, você vai ter de ajudá-lo frustrando sua ideia de grandiosidade, sem deixar de satisfazer suas necessidades.

A criança precisa abandonar essa necessidade de ser admirada para conseguir ser amada. Não exagere nos elogios pelo bom comportamento. Mas pode exagerar quando seu filho confessar a verdade, arrepender-se honestamente, arriscar-se e amar abertamente.

Elogie seu filho pelo seu caráter mais maduro quando ele se comportar de forma ativa, responsável e desprendida.

Espero que tenha gostado da dica de hoje. Saiba que é sempre de pai para pai.

*Ulisses Spagiari: Apresentador do programa infantil “Tio Uli e seus bonecos” pela Rede Super de Televisão. Ulisses Spagiari é obreiro em tempo integral da Igreja Batista da Lagoinha.

Fonte: Extraído do site www.lagoinha.com

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>