Benefícios da Música na Atividade Física

Oi gente bonita! Quero compartilhar uma experiência pessoal e informativa com vocês. É fato que a música tem inúmeros benefícios nas mais diversas situações ou pessoas, e comigo não foi diferente. Sempre AMEI ouvir música, seja para dormir, dançar, namorar, “cantar”, treinar e, agora, correr. Que delícia de atividade física! Observei que o meu rendimento no treino pode ter sido influenciado pela música que ouço enquanto pratico atividade física na academia. É claro que ter uma excelente Personal Trainer faz toda a diferença, e eu sou abençoada por ter a Graciele Pastorelli – a fofa, chocólatra e divertidíssima da Gra (rs).

Mas assim que percebi o quanto meu corpo estava viciado em exercícios também constatei que ouvir minha playlist aumentou, e muito, minha motivação. Treinar ou correr ouvindo música é definitivamente um tempo só meu! Sem contar que posso ter o Bon Jovi cantando “só pra mim” (rs). Brincadeiras à parte, confesso que fiquei ainda mais determinada ao ver os resultados que tanto quero, ao perceber que estou conseguindo manter o equilíbrio da mente e do corpo.

Por isso, selecionei dois artigos, relacionados a música e sua influência na saúde física. Encontrei textos que motivarão vocês a incluírem uma boa playlist em suas atividades. E meninas, se não puderem ir à academia, tudo bem! Arrumar a casa ouvindo suas músicas favoritas é um grande passo. Então, animem-se com os benefícios dessa parceria: mude seu corpo e sua vida!

(Foto: divulgação/internet)

(Foto: divulgação/internet)

Sim, a música influencia o desempenho do seu treino!

Estudo publicado na Revista Brasileira de Psicologia e Esporte aponta que a música tem influência positiva na prática de atividades físicas, principalmente em atividades cíclicas como caminhadas, corrida e ciclismo.

De acordo com o artigo, a música facilita a motivação, afasta o tédio e a ansiedade, e torna a atividade física mais prazerosa. Um fator que colabora com um treino mais produtivo é a escolha das músicas que serão ouvidas durante o exercício.

A música tem o poder de distrair a atenção do atleta dos estímulos não prazerosos como fadiga, dores e cansaço, agindo como competidor a eles e reduzindo os marcadores neuro-hormonais de estresse. Como consequência, a percepção da capacidade física estará aumentada e a intensidade de execução será maior, aumentando assim o desempenho no treino.

Escolhendo a playlist

Um fator a se pensar ao montar uma playlist é a escolha de músicas que agradem o atleta e, de preferência, que acompanhem a intensidade, o objetivo e o perfil da atividade. Ela interferirá no rendimento, na motivação e na frequência cardíaca.

O estudo aponta, inclusive, que a música tem influencia direta na frequência cardíaca atingida durante a atividade física. Músicas com batidas mais rápidas, por exemplo, ajudam a atingir a frequência cardíaca ideal durante uma corrida. Já as atividades de relaxamento e alongamento exigem músicas mais lentas, uma vez que facilitam a recuperação da frequência cardíaca para a média de repouso.

Cuidados devem ser tomados em exercícios como musculação, em que a frequência cardíaca atingida durante a execução dos movimentos não é muito elevada. Sincronizar o movimento articular do exercício com a velocidade da música não é tão fácil, já que os movimentos, dependendo da intensidade, dificilmente são rápidos. Entretanto, escolher músicas com batidas mais rápidas facilitará no aumento da intensidade e no papel motivador durante a prática do exercício físico.

Agora que os benefícios da música durante a prática de uma atividade física são conhecidos, monte sua playlist de acordo com a atividade de sua preferência e movimente-se!

Mas anote uma dica importante: o equipamento sonoro eletrônico (com fones de ouvido) não deve ultrapassar um volume de intensidade média (inferior ao ruído ambiente), e nem o período máximo de 1 hora por dia.

Autores: Márcio Marega, fisioterapeuta e Carla Giuliano de Sá Pinto, educadora física

Extraído de: Albert Einstein

Estudo: www.efdeportes.com

 

(Foto: divulgação/internet)

(Foto: divulgação/internet)

Benefícios da Música na Saúde Física

O jornal americano USA Today publicou uma matéria com o resultado de pesquisas científicas sobre os benefícios da música para a saúde, inclusive apontando a melhora nos resultados obtidos em provas. Listo aqui os principais benefícios:

   1. Alivia a dor – A música pode reduzir significativamente a intensidade percebida da dor, especialmente nos cuidados com os idosos, em pacientes que fazem uso da medicina paliativa, ou seja, aquela que se concentra no alívio do sofrimento em pacientes terminais ou em estágio avançado em determinada enfermidade.

  1. Motivação e Resistência – Ouvir música motiva as pessoas a se esforçarem mais. Estudo realizado com jovens universitários comprovou que aqueles que se exercitaram em bicicleta ergométrica ouvindo música rápida obtiveram os melhores resultados, se comparado aos que se exercitaram sem o estímulo. Ouvir música também melhora o desempenho e a motivação nas corridas, aumentando inclusive a resistência.
  2. Acelera a recuperação pós-treino – Um estudo descobriu que ouvir música depois do treino pode ajudar o corpo a se recuperar mais rapidamente. A música lenta produz um maior efeito de relaxamento pós-exercício.
  3. Melhora a qualidade do sono. De acordo com estudos, ouvir música clássica tem sido eficaz para combater a insônia em estudantes universitários, tornando-se uma alternativa segura e econômica para dormir sem o auxílio de remédios.
  4. Ajuda as pessoas a comerem menos. Um estudo descobriu que ouvir música suave (e escurecer as luzes) durante uma refeição, pode ajudar as pessoas a diminuírem o ritmo da alimentação e consequentemente consumirem menos alimentos de uma só vez.
  5. Melhora a função dos vasos sanguíneos. Os cientistas descobriram que as emoções que os pacientes sentem ao escutar uma música têm efeito saudável sobre a função dos vasos sanguíneos.

Texto: Prof. Dr. Ricardo Zanuto

Extraído de: Zanuto.com

Fonte: usatoday.com

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>