Teste valioso

A presença do pai faz toda a diferença para um filho  (Imagem ilustrativa)
A presença do pai faz toda a diferença para um filho
(Imagem ilustrativa)

By David C. McCastland

“Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?” (Lucas 6: 46)

Pesquisas sobre liderança apontam que os valores que mais dizemos ter não estão ligados ao nosso verdadeiro comportamento, como gostaríamos de crer. Um executivo que disse que a sua filha de 5 anos era a parte mais importante de sua vida, percebeu que geralmente ia para o trabalho antes dela levantar de manhã e que voltava muitas vezes para casa à noite, depois que ela já estava na cama. Então, para passar tempo com ela, ele a levou num sábado para o trabalho. Depois de olhar ao seu redor no escritório, ela perguntou: “Papai, é aqui que você mora?” Ele deve ter compreendido que sua filha era importante, mas o seu comportamento revelava o que na realidade tinha valor para ele.

Em nosso relacionamento com Cristo, Ele requer a nossa obediência, e não por sentimentos de bondade ou afirmação de que cremos. Ele perguntou aos que o seguiam: “Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?” (Lucas 6: 46). Jesus ilustrou Sua observação com a parábola do homem prudente e insensato (vv. 47-49). O fundamento sólido e rochoso do construtor prudente ilustra o resultado da nossa obediência a Deus. Isto honra a Cristo e nos capacita a permanecermos firmes em meio às tempestades da vida. O que fazemos, mais do que dizemos, revela o que realmente tem valor para nós.

Para mostrar que você valoriza a eternidade, faça bom uso do seu tempo.

*Extraído do Devocional Pão Diário Mulheres. Todos os direitos reservados. O Pão Diário é parceiro do site karinajornalista.com

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>