Vivendo e Aprendendo

Bella brincando com dois meses

Vivendo e aprendendo até com os cães. (Foto by Karina Castilho)

Quase, mas não exatamente! Este poema é dedicado a dois tipos de pessoas: 1) Aos amantes de animais; 2) Aos comprometidos em aprender e crescer: “Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio ainda; ensina ao justo, e ele crescerá em prudência.” (Pv 9:9). Um poeta anônimo escreveu: “Se puder, comece o dia sem cafeína; se puder, siga em frente sem estimulantes; se puder, seja sempre alegre, ignorando as dores e mágoas; se puder, evite reclamar e entediar as pessoas com os seus problemas; se puder, coma o mesmo alimento todos os dias e seja grato por isso; se puder, entenda quando seus entes queridos estiverem ocupados demais para lhe dar atenção; se puder, perdoe a falta de consideração de um amigo; se puder, ignore quando aqueles a quem você ama descontam em você, quando, sem você ter culpa, algo dá errado; se puder, aceite a crítica e a acusação sem ressentimentos; se puder, ignore a educação limitada de um amigo e nunca corrija; se puder, evite tratar um amigo rico melhor que um amigo pobre; se puder, encare o mundo sem mentiras e engano; se puder, vença a tensão sem ajuda de médicos; se puder, diga sinceramente que no fundo do seu coração você não tem preconceitos contra credo ou cor, religião ou política; então, meu amigo, você será quase tão bom quanto o seu cão”.

*Extraído do Devocional A Palavra Para Hoje. Todos os direitos reservados à editora UCB Brasil. A UCB é parceira do site karinajornalista.com

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>